O Pão Nosso de cada dia



Já pensou em ter que tirar, para sempre, da sua dieta o delicioso pão francês?  Pois um estudo realizado pelos pesquisadores da Science concluiu que, por culpa do aquecimento global, estamos cada dia mais perto dessa realidade.
A pesquisa analisou o impacto das mudanças climáticas nas quatro principais culturas consumidas pela população mundial:

TRIGO





ARROZ





MILHO




SOJA



É verdade, o trigo, o arroz, o milho e a soja, responsáveis por 75% de proteína no mundo. Nessa pesquisa foi concluído que a produção de trigo é a mais afetada pelo aumento de temperatura: atualmente, ela está 5,5% menor do que se os termômetros não tivessem subido e a tendência é essa porcentagem aumentar junto com a temperatura global. Como foi possível chegar a esta conclusão? A pesquisa alinhou todos os outros fatores, como novas técnicas, avanços genéticos, e concluiu que as mudanças climáticas, no caso do milho, causam uma perda de 50 quilos por hectare. Foi verificado que, desde 1980, os efeitos das mudanças climáticas nas lavouras agrícolas provocaram um aumento de cerca de 20% nos preços no mercado global.

Foram desenvolvidos dois modelos, um que representa os aumentos reais na temperatura no período e outro que manteve as temperaturas nos níveis de 1980. Ao considerar todas as outras variáveis que afetam a produção agrícola, o grupo verificou a relação entre aquecimento e queda na produção.
Mas os pesquisadores identificaram exceções. Nos Estados Unidos, Canadá e norte do México a produção não caiu no período. Segundo eles, o resultado aponta que, embora a relação entre aquecimento e produtividade agrícola seja óbvia em escala global, regional ou nacionalmente ela pode não ter os mesmos efeitos.
Desde 1950, a temperatura global média tem aumentado cerca de 0,13º por década, mas, de acordo com relatório do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC), o aquecimento esperado para as próximas duas ou três décadas é 50% maior.
Uma pesquisa semelhante, diz o Le Monde, foi feita na França e os resultados são convergentes. A cientista Nadine Brisson acredita que as perdas estão presentes na França e em outros países europeus. Esta conclusão pode levar a uma revisão da hipótese de que as mudanças climáticas só afetarão os países de clima tropical.
Uma dificuldade em processar esses dados é supor que a produção esteja caindo em quantidade. Os avanços tecnológicos podem dar um aumento de 100 quilos por hectare. As mudanças climáticas seriam apenas um freio.
Isso é problemático porque a demanda mundial, com o crescimento da China e Índia , vai aumentar.
Sendo assim, a produção de todos os alimentos à base de trigo – como pães, massas e bolachas – sofrerá redução, mas a maior ameaça é à fabricação do pão francês. Isso porque, de acordo com os pesquisadores, a iguaria – também conhecida como cacetinho, média e carioquinha, entre outros nomes, pelo Brasil afora – é uma das que possui maior teor de glúten: uma proteína encontrada na semente do trigo.
Ainda segundo os cientistas, por enquanto, os avanços nas tecnologias de produção estão dando conta de combater os efeitos da natureza e manter o ritmo de fabricação da iguaria, mas, quanto mais a temperatura subir, mais difícil será evitar o desaparecimento do pãozinho francês. Será que, com essa notícia, mais pessoas se animam a lutar contra o aquecimento global?


Fonte: Super Interessante - http://super.abril.com.br
Imagens: www.google.com.br

E aqui encerro a minha participação na Teia Ambiental da amiga querida Rute do blog Publicar Para Partilhar com esses pãezinhos doces à base de nosso tão necessário trigo



Ingredientes

200ml de leite morno
50ml de água morna
2 colheres (chá) de fermento seco ou 1 tablete de fermento fresco
100g de açúcar
3 colheres (sopa) de leite em pó
2 colheres (sopa) de margarina
500g de farinha de trigo

Modo de preparo


Em uma tigela coloque todos os ingredientes e vá sovando até obter uma massa homogênea. Deixe dobrar de volume. Em seguida faça bolinhas e vá colocando em uma assadeira, uma ao lado da outra. Deixe novamente dobrar de volume.Eu coloquei 2 amêndoas em cada bolinha por puro charme (hehe).


Leve ao forno pré aquecido a 200ºC e asse por aproximadamente 30 minutos ou até dourar.. Depois de assados, salpique açucar cristalizado.


Sirva quentinho saindo do forno com um cafézinho ou chá


Bom Apetite!!

Um ótimo domingo à todos





Participe do Sorteio da Mococa
















31 comentários:

♥♥ belinhagulosa ♥♥ postou o comentário número:

E que bela participação amiga Josy o que nós aprendemos por aqui...bbjokinhas amiga

Deborah postou o comentário número:

Josy, que aula vc acabou de nos dar. Realmente fico preocupada com as pessoas com intolerância ao glúten, afinal não saberia como viver sem...
E essa finalização com os pãezinhos está demais!

Quanto ao sorteio no meu blog, adorei ver vc participando. Se vc puder divulgar, agradeceria demais!!!
Bjs
Deborah

Lari/Jê postou o comentário número:

Ai que deliciaaa!

Estou para tentar fazer uma receita de pão a tempos ainda nao me arrisquei...

Parabéns pelo Blog.. Adorei!

Beijo Jê!

Perfeita Ordem postou o comentário número:

Josy minha amiga,que aula!
Vou te contar uma coisa,certa vez fiz uma promessa e fiquei um ano sem comer pão francês.
Chegou no final,eu contava os dias,horas,minutos,segundos para poder comê-lo novamente...rsrs
Tenha certeza de que no que depender de mim,a partir de agora tomarei mais cuidado com o nosso planeta...rsrs
Na verdade estou brincando,mas o assunto é muito sério e nós não estamos ainda dando a devida importância.
Você que recebe tantas visitas por dia faz um trabalho muito bonito e importante divulgando esses dados.
Parabéns minha amiga!
Quanto aos pãezinhos,humm!
Que delícia!
Com esse charme extra ficou demais!
Excelente dica para o lanche de hoje à tarde!
Beijocas minha querida,tenha uma semana com muita paz,harmonia e saúde!

Flora Maria postou o comentário número:

Oi, Josy:

Em tempos de crise, o jeito é criar, inventar, modificar e, principalmente, aceitar as mudanças.

Se o trigo escassear, podemos usar outro componente para o nosso pãozinho. Ou simplesmente, não comer mais pãozinho !!!

Conheço pessoas da roça que não costumam comer pão, substituindo-o por mandioca, inhame, ou outra coisa retirada de suas culturas.
Ou fazendo bolo com o milho e o ovo recolhido em suas terras.

Para tudo tem jeito, se chegarmos nessa situação...

Mas seu pãozinho doce está uma beleza de se ver !!!

Já coloquei seu link na minha postagem e irei adicionando os outros participantes da nossa Teia Ambiental ao longo do dia.

Beijo

Gina postou o comentário número:

Josy,
O pãozinho francês praticamente não entra mais na minha mesa, é raro, embora goste.
Além de dar preferência aos pães mais saudáveis, tenho feito vários com ingredientes que dispensam o glúten.
Esse seu pão, por exemplo, me parece muito bom.
Ontem fiz um com farinha de coco (embora também leve trigo) e cúrcuma. E já estou planejando fazer um de ervas...
Bom domingo!

arte da sadhia postou o comentário número:

amiga que delicia esse post amei
e a receita então nem preciso falar ..tá tudo babado aqui do outro ladinho
amiga que saudades
bjocas
tudo de bom

Daniel Deywes postou o comentário número:

Que texto legal ... muito interessante ... receita idem ...

abraço

Dnaiel Deywes

Bruna do Gourmandisme postou o comentário número:

Josy, belo texto e deliciosa forma de encerrá-lo, com uma receitinha gostosa como esta! beijos

Marly postou o comentário número:

Eu sentiria muita falta do nosso 'pãozinho' (quero dizer, dele e dos similares, rsrs). Já o maridón nordestino se adaptaria melhor, pois no café da manhã nordestino o pão não é essencial.
O seu pãozinho me deixou cheia de vontade de comer um igual, rsrs.

Beijoca!

RUTE postou o comentário número:

Querida Josy,
hoje aprendi imenso por aqui.
Desconhecia completamente que o pão francês contém mais gluten do que o outro. E também não tinha consciência que as alterações climáticas estávam prejudicando assim tanto o cultivo de cereais.

Mas sei que o pão está muito caro, provavelmente por influência da escassez...
Se antes eu já não deitava pão fora, imagina agora!!!

Sua receitinha está de dar água na boca! Eu sou muito pãozeira, sabe!
Mas só como pão ao pequeno almoço. Durante o dia NADA!
Beijinhos,
Rute

são33 postou o comentário número:

JOSY O SEU PÃO FICOU 5*, JÁ SE COMIA.
BJS

Renata Boechat postou o comentário número:

Minha amiga, torço pra que o trigo nunca desapareça da face da terra...rsss...adoro fazer, e comer pão!!!

Um post muito informativo, e os pãezinhos fenomenais!

Lina postou o comentário número:

Oi, Josy!Aquela primeira foto...até posso sentir o pãozinho a estalar. Hoje em dia consumo muito pão integral, mas o francês quentinho, humm. Gostei muito do texto que publicaste, realmente o aquecimento global está a afectar negativamente muitos aspectos da nossa vida, e este é muito grave. Temos de nos adaptar aos novos tempos e diversificar a nossa alimentação, o que também é bom para o planeta, porque acho que estas culturas em massa também não devem ser nada boas para os solos...
Gostei do teu paõzinho doce, com um cafezinho ficava uma maravilha!
Beijinhos

Andréa postou o comentário número:

QUERIDA JOSY!
BELO POST PARABÉNS E VC TERMINOU COM UMA DELICIOSA RECEITA DE PÃO DOCE,SÓ POSSO DIZER PARABÉNS PELA CRIATIVIDADE!

TENHA UMA ÓTIMA NOITE , FICA COM DEUS!
BEIJOS DA AMIGA,
ANDRÉA....

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " postou o comentário número:

Josy amadinha,

Puxa vida, viver sem um pãozinho fresquinho não vai ser fácil, mas, nossa mãe está reagindo á tudo que estão fazendo com ela.
E infelizmente um dos pontos em que todos nós seremos afetados, será com a alimentação.
Já deu para perceber depois do tsunâmi no Japão não é?
Depois da catástrofe, pudemos perceber o quanto somos frágeis depois que a humanidade entrou no mundo da tecnologia....mas bons tempos ainda virão....

Sua receita é de babar só de ver....me deu uma vontade de comer um pão doce agora.....

Um enooooorne beijo em seu coração!!!

Maria Inês Feijó postou o comentário número:

Oi amiga!! Muito obrigada por me avisar sobre a receita dos sequilhos, já corrigi a receita!!
Li teu post e refleti sobre a pouca importância que as pessoas ainda dão as causas ambientais, eu como Bióloga sei bem como isso funciona...mas, infelizmente chegará um tempo em que as pessoas serão obrigadas a despertar e se mobilizar a fazer de fato alguma coisa para salvar nosso planeta.
Pequenos gestos como separar o lixo em casa, mesmo sendo simples, ainda passa longe do dia a dia das pessoas. Precisamos mudar isso!!! Adorei teu post e tua mobilização. Parabéns!! Beijos e uma excelente semana!!

Rose postou o comentário número:

Hum que delicia adoro pão...tanto que estou fazendo agora (maquina de pão) mas já slavei essa receita.
bjinhus e bom restinho de domingo!!!

Denise postou o comentário número:

Triste será a vida sem o pãozinho francês, mas mais triste continuar com o aquecimento de nosso planeta. Penso q nossas perdas serão maiores do q apenas o pãozinho francês. Muita paz!

Sonia postou o comentário número:

O texto é muito bom. O pão é um dos alimentos mais antigos, faz parte da vida das famílias no mundo inteiro.
Aqui em casa gostamos muito, ultimamente tenho feito muito pão em casa. Mas continuamos gostando de pão francês e sua crocância, pão integral, etc...
Este que você postou, já está salvo nas minhas receitas, ficou lindo.
Um beijo

patiabeija-flor postou o comentário número:

Oi Josy!!!
Antes de qualquer coisa, quero que você saiba que seu comentário em relação ao aniversário de minha deixou toda minha família sensibilizada. Obrigada por este carinho!!!
A Pâmela também achou lindinha a mensagem. Quanto carinho seu... Fiquei tão feliz em lê-lo. Muito obrigada minha amiga!!!

Agora, e esta sua postagem de hoje: AQUI EM CASA SOMOS TODOS MALUCOS POR PÃO FRANCÊS!!! Para você ter idéia, hoje pela tarde saí e comprei 10 franceses... Minha mãe que também tinha saído (outro rumo) trouxe 10 pães... e não sabendo, meu cunhado veio com minha irmã e mais 10... NOSSA!!!!! 30 PÃES COMPRADOS NUM SÓ DIA!!!! rsrsrs
Mas é muito bom um pãozinho com manteiga, né?? ADORAMOS!!

E este pãozinho doce... Deu água na boca!!!

Beijinhos amiga e uma semana de muita paz e sucesso para você!!!!
Fique com Deus!!

Silvinha Cakes postou o comentário número:

Esses pãezinhos estão um arraso, quanto a matéria... com o aquecimento global ficar sem o pãozinho francês é nosso menor problema, pior é que não existe ainda uma solução para o que está por vir.
Bom... atendendo ao seu pedido troxe a receita do chantilly do meu bolo...hehehe
Josy eu bati +ou- 500g de nata de boa qualidade com 3 colheres rasas de açúcar até dar ponto de chantilly, depois misturei chocolate em pó 50% peneirado o suficiente para da cor e sabor. Fica uma delícia, a olha só a nata tem que estar bem gelada.
Qualquer dúvida é só perguntar.
bjus, boa semana*--*

Diana postou o comentário número:

Ai josy que triste heim. TUdo que mais gosto.
é bom fazermos nossa parte. existem pessoas que acham esse assunto desnecessário.
e acho um charme esses pãezinhos.
bjos

Silmara Freitas postou o comentário número:

Josy, eu adoro pão francês.
Não compro quase em casa, pois aqui perto não tem padaria que venda pão gostoso.
Mas se tivesse... humm...
Abraços.

Silmara
www.casaefogao.blogspot.com

Ilaine postou o comentário número:

Josy, querida!

Teu post é muito especial, Josy. É muito importante que pensemos em nosso planeta. Por incrével que pareça, mas ainda temos um imenso caminho a andar. Há muito o que fazer e tod cuidado é fundamental. Assim como sua reflexão, temos que todos lancar sementinhas. Elas brotam e crescem.

Beijo no coração

"Manjares da Manu" postou o comentário número:

Uma bela participação!!!
Que pãozinho mais delícioso!!!

Bjs...

Luciana postou o comentário número:

Eu gosto muito de um pãozinho, pena que não sou muito boa em fazer, fico admirando essas delícias.
Poxa, mais e mais precisamos ajudar o meio ambiente, pois todos estamos sendo prejudicados... aí ficar sem o pãozinho francês... nãoooooo!!!
Bjos, Lú.

Elaine Figueira postou o comentário número:

Parabens pela participação, gostei muito só que fiquei muito triste com a informação sobre as plantas que nos alimentam há milhares de anos, sofrerem, assim como os animais e crianças que não tem acesso a agua potável.

Elaine

Adelaide Araçai postou o comentário número:

Lindo texto, bem esclarecedor... sabe amo pão frances quentinho, ou um bom bolo.... e acredito que seria muito dificil sobreviver sem....

Abraços

Gilberto Gonçalves postou o comentário número:

Oi, Josy:
A refeição que mais gosto é o lanche da tarde. E nele o pãozinho se faz presença obrigatória.
Mas, só enquanto for possível. Se o trigo escassear, procura-se opções e certamente iremos encontrar.
Nessas estatísticas, o que mais nos deve preocupar é o que a lavoura do trigo passará a utilizar como fertilizante para aumentar a produção.
O aquecimento global é um problema sério, mas não tão sério quanto os venenos que são aplicados nas lavouras.
A sua postagem serve como alerta a todos nós, para ficarmos espertos quanto ao futuro dos pãezinhos, já que o aquecimento global parece estar preocupando os produtores.
Meus parabéns por ter entrado na Teia, é muito bom tê-la conosco.
Abraços ecológicos.
Gilberto.

Dina Vieira postou o comentário número:

Gostei muito da receita dos pãezinhos,ficaram muito lindos,e a informação que nos deixaste é super valiosa e preocupante...Obrigada.
Beijinhos e uma semana cheia de coisas boas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...