BCAP - 5ª FASE - REINTEGRAÇÃO



E chegamos ao final dessa maravilhosa Blogagem Coletiva Amor aos Pedaços, passei pela magia do Encantamento que me fez sonhar com as princesas, os príncipes e seus cavalos brancos decididos a resgatar a princesa aprisionada em seu castelo. Melhor época da nossa vida creio que seja a infância, despreocupada e irresponsável. Meus encantos infantis ficaram lá atrás.Vivi momentos maravilhosos, que eu julgava ser eternos ao lado dos meus pais e vovó, quando o Desencanto me pegou de surpresa, minha primeira perda, minha primeira decepção, a partida de vovó uma grande mulher, com uma vida exemplar, partir tão cedo. Para mim cedo demais. Aprendi a ter maior compreensão com o outro e comigo mesma. Entendi que fomos criados para amar e ser amados. A vida segue, e entre acertos e erros, caminhando a passos lentos mas com determinação, tinha mil motivos para viver e caminhei para a realização das descobertas, dos meus sonhos, tantos deles esperados, me deparei com muitos obstáculos, mas percebi  que eles apareceram para serem  superados e entendi que novos surgiriam, afinal eles fazem parte da nossa vida. Aprendi  a ter Esperança, uma constante em minha vida, e com ela, ter fé.  Me apaixonei, muitas vezes. Naquela época o último namorado era para sempre, até encontrar um amor, acreditei novamente ser o último, e entre a felicidade plena vivida começaram meus Questionamentos, se queria ou não trazer um filho para compartilhar a nossa felicidade, mas essa dúvida se dissipou por encanto assim que me descobri mãe. E hoje somando tudo e ainda o que falta para viver, aprendi a Reintegração do quanto amadurecer pode nos proporcionar um enriquecimento de vida. Vida, assim, dividida, sempre nova, fértil, plena, encantadora, com desencantos e esperanças, e sempre se questionando e tentando entender que não podemos apagar as cicatrizes da alma. As marcas das experiências ficam, nos constroem. Passamos a ver a vida sob uma ótica mais amena, menos rigorosa, mais terna e mais valorizadora dos pequenos encantos do cotidiano, antes quase imperceptíveis. Aprender a ter limites, tentar errar menos para sermos mais flexíveis com os que erram conosco. Obstáculos todos temos, eles não destroem, eles apenas fortificam a nossa capacidade de evolução, e a vida é assim, quanto mais dissabores, melhor tornam-se os sabores, pois, depois de todo esse caminhar e tombar, nos deparamos com o amadurecimento, e isso chama-se aprendizado. Pouco sabemos do que ainda não vivemos. Sábios seríamos se ouvíssemos mais àqueles que souberam envelhecer. Cada pedaço de amor que vivi, cada fragmento é parte da minha história, se errei, tive coragem de arriscar, se acertei, minha ousadia valeu a pena.
Mas eu sei que ainda terei que continuar juntando meus pedaços de amor, amor sem limites, amor de verdade, amor doação, amor entrega.
Amor por amar…

"O segredo talvez esteja em encarar cada atividade, cada tempo como especial, único. Fazer cada coisa como se fosse a melhor que naquele momento podemos realizar. Assim, chegaremos na idade madura, na melhor idade, na velhice, sempre admitindo, que estamos na melhor fase da vida." 


 Essa foi a minha participação que encerro com muito carinho, e com a certeza que outras ainda virão. Deixo meu agradecimento a Rute, Rosélia, Luma Rosa e Regina



 

22 comentários:

Margarida postou o comentário número:

É amiga deixou saudades, 5 meses em que demos sempre em pouco de nós, nós sem maquiagem, relatamos encantamentos, desencantos, esperaças, questionamentos... apanhamos em muitos momentos os pedaçinhos do nosso coraçao!!

Lindas palavras, ter ou nao ter rugas nao é a questao é preciso saber envelhecer com amor e dignidade e isso sim nos torna fortes!!!

Beijocas

Guloso e Saudável postou o comentário número:

Querida Josy,
Mais um presente, este texto tão cheio de sábias palavras de experiências de vida, há que extrair todos os ensinamentos.
Beijo,
Vânia

luci postou o comentário número:

Adorei todos os posts lindos que você fez,bom domingo beijos

Sandra Portugal postou o comentário número:

Adorei a sua contribuição na Blogagem Coletiva Amor aos Pedaços, que foto expressiva!
Que continuemos juntas com muito amor no coração!
bj Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com.br//

Lourdes postou o comentário número:

A vida nunca foi e nunca será uma estrada plana, e sim de altos e baixos. Os nossos corações sim é que deverão estar aplanados em qualquer trecho dela.

Bjs e bom final de domingo

Emanuel postou o comentário número:

Enfim, acabou.
Acabou, mas como vivemos em círculos e espirais, encantamentos, desencantamentos, esperanças, se integram e reintegram em nosso cotidiano.
Vivemos. E sobrevivemos a tudo.
Obrigado pela participação. E sigamos em Conversas Cartomânticas.

CRIKA postou o comentário número:

Muito bonita a sua mensagem, a sua história Josy, também guardo com muito carinho cada etapa da minha que já vivi, herdei da minha avó a crença na espiritualidade, e ainda estou aprendendo devagar a ligar com as frustrações que aparecem em meu caminho, sempre com muita fé. AH! Quanto a Lavanda, quando encontrá-la pode comprar e usar, pois ela não tem ligação alguma com perfume, seu sabor lembra a nossa erva doce, e você a encontrará como alfazema não entendo porque a chamam de lavanda comestível, coloquei em meu blog um link com a marca do produto que utilizei no bolo basta clicar na palavra lavanda. Beijinhos e boa semana!!!

Adao Braga postou o comentário número:

Cada participação uma experiência reintegrante! A sua demonstra a grandiosidade do mosaico que é o mundo das experiências e dos relacionamentos.

Duxa postou o comentário número:

Olá minha Josynha, tens um dom da palavra, sempre colocas a palavra certa no sitio certo, gosto muito de te " ouvir", a forma clara e simples como tratas os temas, é formidável. Obrigada.
Deixo-te um grande beijinho com votos de uma boa semana;)

Andréa postou o comentário número:

Querida Josy,
realmente nascemos para amar e sermos amados, mesmo quando o amor cai aos pedaços, mas o amor é muito grande e sempre vence, e o maior amor é o que Deus tem por nós que está no seu mandamento, o amor vence tudo.
Com certeza é na velhice que as pessoas tem a melhor fase da vida, uma fase de experiência e sabedoria.
Feliz de quem envelhece e chega aos 80 ou 90 anos.
Beijinhos, fica com Deus!

Brechique da Dodoca postou o comentário número:

Oi, Josy, minha amiga!
Viu? Você já sabe de tudo, né não?
Tudo exposto nesse texto! A vida é esse conjunto de retalhos que a gente vai costurando, trocando se um rasga ou desbota, juntando novos pedaços, assim, que é a única forma de estar inteiro!
Bjsssssssssssssssssssss, quérida!

Divin@ arte postou o comentário número:

Parabéns, pela postagem coletiva e muito obrigada por sua visita em meu bloguinho, bjús e fica com Deus.

D Augusto postou o comentário número:

Estava passando pelas receitas que eu não tinha conferido mas ficou dificil deixar um só comentário com tantas delícias hein Josy kkkk.
Estou suuuuper sumido da blogosfera, acho que levei as férias ao pé da letra. Trabalho, facul e até internet e do blog rsrs. Estou voltando aos poucos (ainda estou de férias hein rsrs)

Sobre suas receitas, maravilhosas como sempre. Eu não vou comentar de tuuudo mas a Quiche de abobrinha,o pudim de maria mole (morro de vontade de fazer, os pãezinhos de mandioquinha e a torta de alho poró e tomate ficaram show hein. Por falar em alho poró eu fui no emrcado sexta e ele estava a 2,50 a unidade (enoooorme) lembrei da bandejinha de R$7,00 da outra vez e quase tive um treco de raiva kkkkk. Pelo menos já sei aonde comprar. Nem deu pra participar do sorteio hein :(
Sobre aquele outro asunto, vou resolver essa semana (to bravo com essa empresa viu rsrsrs)

Acho que vou te mandar por email os comentarios se continuarem assim tão extensos kkkkkkk

Um beijo e ótima semana Josy

Ana Claudia postou o comentário número:

Amiga querida, como sempre posts perfeitos, gosto muito de ler o que escreve.
Beijos
Boa semana
Ana Claudia

Formiguinha postou o comentário número:

Oi querida Josy:)

Tu escreves bem e sabes te expressar na palavras. Adorei conhecer um pouquinho da sua vida através da blogagem coletiva e verifiquei que temos algumas coisas em comum. Desde que me conheço por gente que busco o amor e a felicidade, já errei muitos caminhos mas com esses erros aprendi a ser mais adulta e compreender melhor que às vezes o amor está nas pequenas coisas do nosso dia-a-dia. Por agora sou feliz assim só falta mesmo um bocadinho para ficar perfeito:)

Boa semana!
Beijinhos

RUTE postou o comentário número:

Querida Josy,
é isso que estou tentando fazer, mais do que nunca: saborear o momento. Inclusive, visitando as participações com mais calma e entrega. Porque é a última fase, então vale a pena prolongar o momento sem pressa de postagens futuras, sem pressa de BCs futuras. Vou congelar este momento lindo de reintegração amorosa.
Muito bom seu fechamento.
Foi ou não foi melhor participar do que ficar apenas comentando como você fez na BC Fases da Vida?
Aguarda por 2013! Vem mais aí!
E dia 15 do próximo mês visite os blogs da organização, em principio teremos surpresinha.
Beijos além-mar.
Rute

Luma Rosa postou o comentário número:

Eu fiquei com essa sua frase na cabeça "Sábios seríamos se ouvíssemos mais àqueles que souberam envelhecer".
Já viu que os mais jovens dificilmente escutam conselhos? Para depois ouvirem as famijerada frase "Eu bem que avisei...". Mas se eles não testam, também não aprendem por si - é como se pulassem uma fase.
Quanto a nós, fica mais fácil olhar para trás e analisar nossos erros e acertos - mas apenas isso, pois a vida acontece no presente!
Adorei a sua presença na blogagem! Obrigada por participar!!
Beijus,

Isabel de Matos postou o comentário número:

"O segredo talvez esteja em encarar cada atividade, cada tempo como especial, único. Fazer cada coisa como se fosse a melhor que naquele momento podemos realizar."

Josy, adoro este segredo! A cada momento em que colocamos nossa entrega entrega total é um momento de vida (e não de sobrevivência). Muito bom você ter acedido a ele.

Muitos beijinhos.
Isabel

Liliane Blog Sonhar e Ser postou o comentário número:

Josy,

percebemos que você aprendeu a viver bem sabendo lidar com todos os pedacinhos do amor, não é....

muito boa sua participação.
beijinho.

Adri postou o comentário número:

Josy, enfim cheguei aqui!
Gostei muito do seu ensinamento, de pegar os pedacinhos de amor e reintegrá-los dia após dia :) Bem legal que você conseguiu nessa fase dar um fecho a todas as anteriores! Até a próxima, amiga! (Até a próxima blogagem, porque para a próxima receita nem preciso dizer que venho, né?). Beijoca, ótimo finde!

Orvalho do Céu postou o comentário número:

Olá, Josy
"UMA GOTA DE ORVALHO NA BORDA DO CÂNTARO"

Extremamente cansada mas reintegrada... cheguei hoje da Missão...
Sou-lhe grata e a Deus por ter dado tudo certo.
Obrigada por termos chegado o fim da BCAP.

AMAR O OUTRO É RENUNCIAR POSSUÍ-LO, MESMO MORTO".
Abraços fraternos de paz

Bel Rech postou o comentário número:

Tudo são fases da vida, o tempo é o melhor aliado, pois acabamos por deixar para trás certos assuntos que algumas vezes teimam em querer aflorar...Mas amanhã será outro dia...
Paz e bem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...