Emergência Ecológica - Animais em Extinção


O homem, assim como os animais, necessita de condições para a sua sobrevivência. Durante os séculos, o homem tem construído e aprimorado novas tecnologias vitais para que ele possa ter bons meios de vida. Essas tecnologias, muitas vezes, exigem muitos recursos naturais, poluem o ambiente e o homem não a usa conscientemente, desperdiçando muito. Já os animais dependem diretamente da natureza, extraindo dela apenas o necessário para a sua sobrevivência.
No Brasil, possuímos grandes florestas. Essas florestas servem de lar a muitos animais que constituem a fauna. Regiões como a Amazônia abriga grande diversidade de espécies animais e vegetais. Isso ocorre porque além de serem áreas de florestas, contribuindo para isso, estão localizadas em áreas onde a diversidade de espécies é muito alta (quanto menor a latitude, maior a biodiversidade)
A fauna desempenha um importante papel na manutenção dos ecossistemas terrestre e marinho. A interação harmoniosa dos animais (excluindo os homens) com a natureza nos deixa, muitas vezes, fascinados com sua beleza e garante à Terra um perfeito equilíbrio ecológico.
Por sua importante função de manter constante o equilíbrio na Terra, os animais deveriam merecer local de destaque na natureza. Por meio de relações com os outros seres, eles cooperam entre si, ou até mesmo se aproveitam de outro ser vivo para sobreviver.

Todos os anos, biólogos do mundo inteiro divulgam pesquisas que contestam a tese, e sugerem que os animais são dotados de capacidades ainda que rudimentares, de adquirir e também de transmitir conhecimento. Nem é preciso ir muito longe, qualquer um que tem um cachorro ou um gato sabe da capacidade dos animais de interpretar estímulos verbais, físicos e até mesmo meta-físicos, como por exemplo saber com minutos de antecedência que o dono está chegando em casa. Esses comportamentos vão muito além do simples condicionamento, e são nada menos que um diferente tipo de inteligência.


Os macacos-prego são conhecidos pela sua capacidade de aprender a usar ferramentas – como pedras – para abrir cocos. Testes da capacidade intelectual dos chipanzés mostram que eles são capazes não só de aprender palavras mas também organizá-las em frases de até quatro palavras.


Polvos são capazes de memorizar caminhos em labirintos, abrir potes, quebrar garrafas de vidro para obter seu conteúdo, entre outros. Sua percepção sensorial é tão avançada que em diversos países como os EUA, é proibido realizar experiências com os moluscos sem a aplicação de anestesia.


Focas ensinam os filhotes a abrir mexilhões utilizando pedras.


Golfinhos emitem sons específicos quando encontram com seus “conhecidos”, o que sugere que eles têm a capacidade de dar e atender por nomes.


Abelhas e formigas transmitem com precisão a localização de comida aos outros membros de sua colônia. Protegem com voracidade os seus e sabem distinguir aqueles que pertencem a outras comunidades.Suínos, bovinos e aves criados pela pecuária servem exclusivamente para a nossa alimentação, e não têm direito à vida ou à liberdade.
Infelizmente, o homem tem demonstrado muito descaso ao importante trabalho que os animais executam com tanta disposição.
Muitos animais estão sendo traficados ilegalmente para ser colocados em gaiolas, outros estão sendo caçados em período de acasalamento, outros estão morrendo com a queimada 
das florestas, etc.



As florestas de clima temperado são devastadas de modo mais intenso do que as tropicais. Estima-se que 44% dessas matas já desapareceram, restando 23 milhões em biodiversidades. Da vegetação original, que cobria 1,2 milhões de quilômetros quadrados, restam apenas 7%. Esse desmatamento excessivo faz, com certeza, a fauna sofrer também as conseqüências, levando muitas espécies à extinção.
Devemos reconhecer a importância dos animais no meio ambiente e aprender a respeitá-los. Sua influência na Terra é grande e se realmente ocorrer o fato de muitas espécies se extinguirem, o homem estará fadado à extinção também. Sofremos com o calor excessivo causado pelo aquecimento global. Muitas vezes, porém, nem pensamos que somos privilegiados. Muitas espécies da fauna e da flora não conseguem se adaptar à nova mudança e se extinguem. É fato que se continuarmos nesse ritmo, a Terra tornar-se-á um local inóspito a todos os tipos de vida. 

Fonte -  http://desenvolvimentodomeioambiente.blogspot.com/

Quero aproveitar a oportunidade para fazer meu manifesto contra os maus tratos aos nossos animais, um absurdo, uma vergonha, covarde e desumano. O nosso planeta  não é privilégio dos humanos, portanto respeite os animais.




"Sou um só, mas ainda assim, sou um. Não posso fazer tudo, mas posso fazer alguma coisa. E, por não poder fazer tudo, não me recusarei a fazer o pouco que posso." Edward Everett Hale


Essa foi minha primeira participação do ano, na Teia Ambiental. Quer começar o ano diferente e fazer parte dessa linda iniciativa promovida por FloraGilberto ? Junte-se a nós e vamos reforçar ainda mais essa Teia
 


19 comentários:

Romy postou o comentário número:

Querida Josy... Lindo texto e optima reflexão. Eu sou daquelas pessoas que nutre uma grande paixão por tudo o que é animal. Infelizmente moro num apartamento. o que não me dá muitas oportunidades de ter alguns animais. Possuo uma gatinha já há 4 anos que encontrei abandonada, 1 canário e 1 mandarim. Adoro os meus animaizinhos. Eles conseguem dar-nos amor, compreensão e são sempre afáveis e meigos.

Tenha um excelente fim de semana

Bjokas

♥♥ belinhagulosa ♥♥ postou o comentário número:

Minha doce Josy...tu és uma natureza humana muito mas muito importante..o que nós temos contigo aquilo que escreves nos dizes e nos ensinas é grandioso...obrigada por saberes tanta coisa e partilhares...bjokitas

lívia e lucia postou o comentário número:

OI QUERIDA que LINDO COMEÇO com esse texto maravilhoso adorei sua primeira participação, amo os animais quando era criança tinha porquinho da índia o meu querido cadu, a Thalia minha cadelinha fofa, um áquario que tenho até hoje só que bem maior e acredite se quiser até um sapo e uma perereca adoro e quem não cuida dos animais e da natureza com respeito e amor com certeza não aprendeu amar, ótimo final de semana bjs!

Danni e Lype postou o comentário número:

Querida amiga,
Como foi incrível te conhecer... A cada dia tenho mais e mais admiração por você... Eu adoro animais e desde pequena sempre tive animais de estimação... Já tive porquinho da índia, coelho, pato e vários cachorros...
Parabéns pelo seu exemplo!!!
De alguém que te admira MUITO...
Irene

Simples Assim postou o comentário número:

Josy querida,
Primeiro minhas desculpas pela ausência. Estive com a casa cheia: pais, irmãs, visitas...Mas, agora as coisas estão retomando o ritmo normal.
Parabéns pelo novo lay out do blog. Ficou muito lindo.
QUe neste 2012 estejamos sempre juntas e que nossos blogs nos proporcionem momentos de muito alegria.
Bj,
Lylia

Catarina postou o comentário número:

Ótima participação. Se não for possível ter animais em casa (por diversas razões) há sempre forma de contribuir monetáriamente para o seu bem estar.

RUTE postou o comentário número:

Querida Josy,
vim avisar que acabei postando para a Teia de JAN, rsss.

Seu texto me lembrou o novo filme de animação RIO, sobre um casal de araras azuis duma espécie em extinção. O filme acontece quase todo no Rio de Janeiro, na época do Carnaval. Dai tem muita cor, música, dança, alegria. Mas o verdadeiro objectivo é focar o comércio de animais exóticos, tão procurados pelos europeus.

Veja aqui o trailer:
RIO o filme.com.br

Beijinhos.
Rute

Margarida postou o comentário número:

Josy minha querida, olha aí, amei seu post... é o mundo está podre, se calhar esse apocalipse essa catastrofe que de que fala a profecia Maia, em vez de ser o fim do mundo (porque sinceramente eu nao acredito que Deus termine assim com a sua obra mais bela, a sua propria obra trata de se auto destruir, com o progresso que pensam que é o melhor cada vez mais destroem o que lhes é preciso, so que se esquecem que quando pensam que sabem todas as respostas vem a vida e muda-lhes as perguntas), como pode um ser indefeso defender-se desses "animais" todos que andam á soltam e que nao respeitam quem muitas das vezes depende deles??? eu sou pelo animais sim, nao posso viver sem os meus peludinhos (gatos e cadela) sao eles que na maioria das vezes estao ao meu lado com miminhos... Quem me dera ser muito rica e ter uma bem quinta bem grande para poder acolher todos o peludinhos que sao abandonados pelos irresponsaveis que um dia pensaram que ter um amiguinho de 4 patas era so para passear!!!...

Beijocas

Desculpa o testamento... Há é verdade tou sentindo a sua falta la no meu cantinho sabe???

Claudia (Perfeita Ordem) postou o comentário número:

Belíssimo texto Josy,muito oportuno nesse momento em que o homem não respeita nem o seu semelhante,quanto mais a fauna e a flora.
Na minha opinião animais são anjos que Deus enviou para que pudessemos aprender o que é amar verdadeiramente.
Amo os meus pequeninos de paixão,só não tenho mais por falta de espaço.
Beijo grande minha amiga,obrigada por nos brindar com esse texto!

Andréa postou o comentário número:

QUERIDA JOSY,
PARABÉNS PELO TEXTO, BELO POST!
COMO DIZ A CLAUDIA OS ANIMAIS SÃO ANJOS DE DEUS, PENA QUE O HOMEM NÃO RECONHECE ESSAS MARAVILHAS QUE DEUS NOS PROPORCIONA E TENTAM DESTRUIR.

FELIZ SÁBADO, FICA COM DEUS!
BJS..♥

Flora Maria postou o comentário número:

Excelente texto, mostrando o quanto o homem despreza seus amigos menores !
É assim, fio por fio, que a Teia vai tecendo um novo tecido ambiental.
Muito bom !

Coloquei seu blog na relação dos participantes de 2012 da Teia Ambiental, lá na lateral do meu blog.
Todo dia 7 é só procurar quem fez postagem sobre o tema !

Beijo

são33 postou o comentário número:

EU TENHO UMA PAIXÃO POR ANIMAIS PRINCIPALMENTE OS ABANDONADOS QUE ALIMENTO QUANDO ANDAM POR AQUI.
SEMPRE DIGO AQUI EM CASA QUE SE GANHASSE NO EUROMILHOES ABRIA UM ABRIGO PARA ANIMAIS.
UM SONHO QUE TENHO DESDE PEQUENA.
DESEJO-LHE UM FELIZ FIM DE SEMANA
BJS

arte da sadhia postou o comentário número:

miga querida vc disse tudo ..amei
também tenho bichinhos em casa e trato eles como se fossem meus filhos ..tenho a Pom Pom que é um hamister menina ,a belinha poodle e a bombom,( que o davi chama carinhosamente de monmom)...são nossas filhas e tratamos elas com muito respeito mas nem todo mundo faz assim né amiga
querida bom final de semana e parebens pelo post
ahh tem surpresa panco
bjokas sadhia

Shapalmas postou o comentário número:

Josy querida...vim agradecer o carinho e as felicitações...
E esse post,muito interessante e verdadeiro.O mundo precisa se conscientizar o quanto os animais são importantes para o nosso planeta e para o futuro dos nossos pequenos ...
Gosto muito de bichinhos,mas aqui é quase impossível tê-los,minha mãe trouxe um cachorrinho do Brasil uma vez,mas quando foi levou ele de volta,pois o pobrezinho tinha que ficar no apartamento trancado por muito tempo,era muito difícil...mas não vejo a hora de voltar praí e poder cuidar dele e de outros bichinhos quem sabe...

Grande beijo e parabéns pelo post...

http://viramexeefaz.blogspot.com

Sharon

A Paixão da Isa postou o comentário número:

como sempre amiga o texo esta muito bonito eu tambem gosto muito de animais pois tenho dois e nao seu o que faria sem eles eles que ja me salvarm a vida duas vezes como ves eu adoro os meus caes que sao tudo para mim obrigada por este texo beijinhos

Nani postou o comentário número:

Excelente texto, bom ano e boa semana, bjs.

Lina postou o comentário número:

Olá, Josy!Belo texto para refletirmos nesta primeira Teia do ano. O poder que temos em nossas mãos, pela dotação da inteligência que Deus nos proporcionou devia ser usado para proteger os animais e não destruí-los. Será que o homem só vai parar quando estiver à beira do abismo?Temos que nos unir e manter esta teia ligada.
Adorei o novo visual do blog!
Beijinhos verdes

Cucchiaio pieno postou o comentário número:

Maravilhosos post, parabéns!
Concordo com o Chico, pois o amor que Jesus pregou era universal.
Um grande abraço
Léia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...